De virada é ainda melhor

Canto do Rio traz para Niterói título do Carioca. Último da cidade foi em 1994. Para o clube, conquista é inédita.

Após 23 anos, o time adulto do Canto do Rio trouxe para Niterói o título do Carioca de Salão. A final aconteceu neste domingo, dia 20, contra o Helênico na Arena Olímpica, na Barra da Tijuca. O último campeonato da cidade foi em 1994, com o Fonseca Atlético Clube.

A conquista teve um sabor ainda mais especial por ter sido de virada. O alvianil perdia de 2 a 0, e com um gol de Andrezinho e outro de Kaleb, conseguiu empatar a disputa em tempo normal. O título veio na prorrogação, com mais um gol de Andrezinho, artilheiro do campeonato. A partida encerrou com o placar em 3 a 2.

O técnico da equipe, Marcos Pereira, comemorou a conquista.

“Nós tivemos algumas baixas durante a competição, mas mesmo com poucos jogadores a gente conseguiu ganhar o título. Isso é muito gratificante pra nós. Me sinto muito honrado por ter participado dessa conquista”, disse.

Além da conquista, artilharia da competição e defesa menos vazada também ficaram com o Canto do Rio. Andrezinho foi o artilheiro com dez gols e Rubão foi escolhido melhor goleiro.

Toda a formação do time é composta por jogadores naturais de Niterói e São Gonçalo, e de acordo com a equipe isso faz com que o sentimento de orgulho seja ainda maior. Fabinho, capitão do time, disse que o principal objetivo da era trazer o título para a região.

“Nós não esperávamos ser campeões da maneira que foi. Nosso intuito era trazer o título para nossa cidade. A gente espera que esse título venha somar e que os mais novos possam ter ainda mais vontade de almejar lugares maiores”, afirmou o capitão.

A conquista é a primeiro do clube no Campeonato Carioca. O presidente Rodney Melo atribuiu o sucesso do time ao talento dos jogadores e ao trabalho bem desenvolvido pela comissão técnica.

“Essa é uma conquista muito significativa, pois representa o retorno do Canto do Rio ao lugar de destaque no cenário do futsal depois de tanto tempo de afastamento. O planejamento, o profissionalismo da comissão técnica, os atletas talentosos e o apoio de toda diretoria, produziram o resultado há muito desejado. Estamos muito orgulhosos”, concluiu.

Texto: Jaqueline Freires / Fotos: Dalton Valério