Nosso maior Craque

Vários atletas de renome já passaram pelo clube durante seus 104 anos de história. Muitos começaram aqui e fizeram seu nome no futebol mundial. É o caso de Gerson de Oliveira Nunes, nosso Canhotinha de Ouro. Gerson deu início a sua carreira no Canto do Rio nos anos 50 e temos muito orgulho de dizer que ele faz parte de nossa história. Hoje, o canhota integra o conselho gestor do nosso futebol.

O craque vinha de uma família envolvida com o futebol e começa a treinar no Canto do Rio em 1953, quando tinha apenas 12 anos de idade. Pelo clube foi campeão dos Jogos Infantis e disputou o Campeonato Carioca, no sub-20. O canhota ficou no clube até 1957, quando foi convidado para compor o time do Flamengo.

“A minha vida começou no Canto do Rio, já entrei aqui na barriga da minha mãe. Depois eu fui infantil, fraldinha, dente-de-leite, jogando futebol de salão. Cheguei a fazer atletismo e depois fui pro futebol de campo. Fomos campeões do Niteroiense, Pontariense, Vianense, Ipiranga, pelo Canto do Rio. Aqui sempre foi minha casa”, lembra Gerson.

Depois disso o canhotinha voou alto, jogando ainda no Fluminense, Botafogo, São Paulo e na Seleção Brasileira, onde foi campeão da Copa do Mundo de 1970, o mais belo mundial de todos os tempos. Confira a entrevista que o craque deu a nossa equipe:

Texto: Jaqueline Freires | Foto: Arquivo | Imagens: Dalton Valério