Futebol

O Canto do Rio Foot-Ball Club iniciou suas atividades, com a atenção voltada para o futebol infantil, perfil que viria a mudar, em 1916, quando recebia o re- forço de Mauricio Bekeun, Mario Valle, Octavio Valle, Arnaldo Vaz, seguidos por Ângelo de Andrade e Hermaun Bekeun, grupo que trazia novas propostas. Em 1918, veio também Romeu Schmidt Pinto. Rapidamente o Cantusca ganhou fama em Niterói, disputou o campeonato municipal e, sendo um dos fundadores da Associação Fluminense de Esportes Atléticos (depois Federação Fluminense de Desportos), sagrou-se campeão municipal de Niterói, em 1933, recebendo o título simbólico de “Representante Oficial do Estado do Rio/AFEA”.

Nas décadas de 1920 a 1950, tempos áureos do futebol niteroiense, Cantusca obteve destaque no esporte amador de Niterói e realizava o chamado Clássico da Zona Sul com o Fluminense A. C., com quem formava o “Grupo dos Seis”, junto com os extintos Ypiranga F. C., Niteroiense F. C., Byron F. C. e Barreto F. C. (estes últimos realizavam o Clássico da Zona Norte).

futebol

Tivemos o prazer de fazer parte da história de diversos jogadores importantes como Danilo Faria Alvim, o príncipe, que jogou no time profissional do Canto do Rio no ano de 1943. Em 1950 o atleta foi titular da Seleção Brasileira que jogou em casa a Copa do Mundo. Outro destaque foi Ely do Amparo. O jogador integrou o time profissional do Canto do Rio entre 1940 e 1945. Teve também quem optou por encerrar carreira no Canto do Rio. Heitor Canalli, após passar por diversos clubes grandes e jogar pela seleção brasileira, em 1941 passa a integrar o time profissional do Cantusca, onde encerraria carreira mais tarde.

Outros atletas fizeram seus nomes depois que passaram pelo clube. Foi o caso de Gérson de Oliveira Nunes, o famoso canhotinha de ouro. O craque jogou pelas categorias de base do Cantusca em 1957. Gérson ficou no clube por pouco tempo e em 1958 foi para as categorias juvenis do Flamengo, onde se profissionalizou. Em 1970 foi campeão mundial pela Seleção Brasileira de Futebol.